Em entrevista ao jornal francês L'Equipe, o presidente da Federação Francesa de Futebol, Philippe Diallo, mantém a confiança em Didier Deschamps e quer que o técnico cumpra o contrato até 2026.

A França está fora do Euro 2024, depois de ter sido derrotada por 2-1 diante da Espanha nas meias-finais. No entanto, a eliminação não terá influência no futuro de Didier Deschamps como treinador da seleção gaulesa.

«Tem contrato [até 2026] e atingiu o objetivo desportivo que lhe foi fixado. Não vejo necessidade de pôr em causa o seu contrato. Os seus resultados passados falam por si e os objetivos foram alcançados. Didier continuará a sua missão», afirmou o presidente da federação em entrevista ao jornal francês.

Deschamps, recorde-se, entrou para o cargo de selecionador nacional de França em 2012. Nas últimas quatro competições internacionais, sem contar com o atual europeu, o selecionador levou a nação a três finais. Se cumprir o contrato, o técnico e antigo internacional fará o Mundial de 2026 como a última prova com os les bleus.