No ponto de situação da covid-19 em Cabo Verde, o diretor nacional da Saúde, Jorge Noel Barreto, informou que foram analisadas 352 amostras desde domingo, das quais 24 deram resultado positivo.

Os novos casos foram diagnosticados na Praia (10), São Miguel (01), Paul (03), São Vicente (07) e Tarrafal de São Nicolau (03). 

O país registou mais uma morte provocada pela covid-19, um homem de 68 anos em São Miguel, interior da ilha de Santiago. 

Jorge Barreto informou que após revisão dos dados, um óbito que antes tinha como causa a covid-19, as autoridades chegaram à conclusão que tinha sido por outras causas. 

Assim, o país tem neste momento 144 mortes provocadas pela covid-19, e não 145, explicou o diretor nacional de Saúde. 

O diretor nacional de Saúde avançou ainda que foram registados 21 casos suspeitos, há 333 pessoas em quarentena à espera dos resultados dos inquéritos epidemiológicos e 17 pessoas internadas nos hospitais do país. 

Nas últimas 24 horas, as autoridades de saúde de Cabo Verde deram alta a mais 43 pessoas, passando a ter um total de 14.581 casos considerados recuperados, representando 96,7% dos casos até agora contabilizados no arquipélago, que são 15.072. 

Neste momento, Cabo Verde tem 338 pessoas em isolamento, ou seja casos ativos, que representam 2,2% do total de infetados já contabilizados no país. 

Na conferência de imprensa, o diretor nacional de Saúde voltou a apelar ao reforço das medidas de prevenção, como uso de máscaras e distanciamento, para evitar eventual descontrolo da situação, bem como os casos graves e as mortes. 

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.461.254 mortos no mundo, resultantes de mais de 111 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP. 

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

 

RIPE // LFS

Lusa/Fim