Famalicão lidera exportações do setor automóvel no norte

O setor automóvel assegura quase metade do total das exportações do concelho de Famalicão e representa 22% do volume de negócios total.

O setor automóvel assegura quase metade do total das exportações do concelho de Famalicão e representa 22% do volume de negócios total.

O concelho de Famalicão continua na senda dos bons resultados e assume-se como o líder das exportações da fileira automóvel na região norte. A indústria automóvel conta no concelho com 39 empresas, dá emprego a 4.996 pessoas, e é responsável por um volume de negócios de 1,061 mil milhões de euros, dos quais 905 milhões de exportações e 488 milhões de euros de valor acrescentado bruto, segundo dados macroeconómicos retirados do anuário estatístico regional, edição de 2016, divulgado pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Segundo estes dados, o setor automóvel assegura quase metade do total das exportações locais (1,9 mil milhões de euros), representando 22% do volume de negócios total do concelho (4,8 mil milhões de euros). Espanha é o principal mercado de destino dos bens transacionados.

Em termos de empresas, o destaque vai para a Continental Mabor, quarto maior exportador nacional e o primeiro ao nível do norte. Mas há outros players que merecem destaque e que formam um importante cluster na região, como a TMG Automotive, a Coindu, a Olbo&Mehler, o grupo Celoplás, a Tesco, a Vishay e a Injex.

De resto, o setor automóvel, que está disperso no resto do país, conta em Famalicão com empresas do setor da metalurgia, moldes, passando pelo fabrico de pneus e outros elementos em borracha e plástico.

Estas notícias acontecem depois de se ter ficado a saber, também com dados dos Anuários Estatísticos Regionais, edição de 2016, que Famalicão é o concelho com a melhor balança comercial do país, com um saldo positivo de 919 milhões de euros. O concelho apresenta um volume total de exportações de 1,9 mil milhões de euros, e um volume de importações de cerca de mil milhões de euros, conseguindo exportar sensivelmente o dobro do que importa. A este propósito o autarca de Vila Nova de Famalicão dizia ser “um presidente de Câmara Municipal muito feliz”.

A juntar a estes dados macroeconómicos, destaque para a taxa de desemprego do concelho que tem estado sempre abaixo da média nacional, atingindo em outubro os 6,85%. Entre janeiro e outubro de 2017, o número de desempregados do concelho desceu 577% estando hoje abaixo dos quatro mil, numa população total superior a 132 mil habitantes.

Dados do setor automóvel em Famalicão:

Número de pessoas ao serviço: 4.996

Número de empresas: 39

Volume de negócios: 1,061 mil milhões de euros

Exportações: 905 milhões de euros

Valor Acrescentado bruto (VAB): 488 milhões de euros

De segunda a sábado,

consulte os especialistas em Desporto, Atualidade, Entretenimento, Tecnologia, Lifestyle e Motores.