Dois diretores do Hospital de São João demitiram-se por falta de condições

O diretor do Serviço de Cirurgia Plástica e o diretor do Serviço de Anestesiologia apresentaram a sua demissão há mais de uma semana por considerarem já não terem condições para gerir os serviços.

Dois diretores do Centro Hospitalar de São João, no Porto, pediram a demissão dos cargos que ocupavam “por falta de recursos”, confirmou esta segunda-feira à Lusa uma fonte do corpo clínico.

Segundo a mesma fonte, o diretor do Serviço de Cirurgia Plástica, Álvaro Silva, e o diretor do Serviço de Anestesiologia, João Viterbo, apresentaram a sua demissão há mais de uma semana, por considerarem já não ter condições para gerir os respetivos serviços. No caso da anestesiologia, revela a mesma fonte, haverá outras razões que terão conduzido a este desfecho.

João Viterbo foi nomeado diretor do Serviço de Anestesiologia, apesar de não ser chefe de serviço na altura em que foi designado e de, alegadamente, existirem outros especialistas mais qualificados. Uma situação que, segundo fonte do corpo clínico, é uma prática generalizada nos hospitais.

Contactado pela Lusa, o conselho de administração do hospital disse não comentar o caso.

De segunda a sábado,

consulte os especialistas em Motores, Atualidade, Entretenimento, Lifestyle, Tecnologia e Desporto.

Subscreva para receber no seu email, a dose diária recomendada de informação, sem contraindicações.