Companhias aéreas recrutam em Portugal

Só a TAP pretende contratar 700 pessoas este ano para várias funções, incluindo tripulantes de cabine e pilotos. Mas não é a única.

Só a TAP pretende contratar 700 pessoas este ano para várias funções, incluindo tripulantes de cabine e pilotos. Mas não é a única.

As companhias aéreas estão a recrutar em Portugal. Só a TAP pretende contratar 700 pessoas este ano para várias funções, incluindo tripulantes de cabine e pilotos, escreve o Dinheiro Vivo.

A Ryanair já tinha realizado, na sexta-feira, a última ação de recrutamento para tripulantes de cabine. E a Emirates, com sede no Dubai e que conta já com com 550 portugueses nos quadros, também procura tripulantes de cabine.

“Esta estratégia de recrutamento traduz o reflexo do que tem sido o crescimento da TAP, com aumento de frota e lançamento de novas rotas”, avança fonte oficial da TAP. A companhia já contratou 1.500 pessoas nos últimos três anos e quer agora reforçar em “áreas de suporte ao negócio, mas sobretudo para áreas técnicas e de voo, como tripulantes, pilotos, técnicos de manutenção de aeronaves”. Recentemente, anunciou que pretendia reforçar os seus quadros com cerca de 170 pilotos e 300 tripulantes.

Já a EasyJet, que tem uma equipa em Portugal de 349 pessoas (235 são portugueses), recrutou cá 193 funcionários nos últimos três anos. E veio no início do mês ao Porto à procura de comandantes, admitindo continuar a contratar em Portugal.

De segunda a sábado,

consulte os especialistas em Motores, Atualidade, Entretenimento, Lifestyle, Tecnologia e Desporto.

Subscreva para receber no seu email, a dose diária recomendada de informação, sem contraindicações.