A Vokjswagen vai realizar um recall a 56 mil unidades do novo Golf para resolver um problema relacionado com software. Este afeta o sistema de infotainment e a câmara traseira, segundo indica a Automotive News. Todos os exemplares que vão ser chamados à oficina foram construídos até julho de 2020 e, para além disso, a marca alemã revela que o recall não é obrigatório, mas sim uma “medida de serviço voluntário”.

Este recall surge após a Volkswagen anunciar que o Golf foi coroado com o título de carro mais vendido na Europa em 2020. Com 312 mil unidades entregues no ano passado, manteve o legado deixado pelos antecessores, mesmo num ano tão atípico como foi 2020 graças à pandemia de covid-19 que criou vários constrangimentos à indústria automóvel.

Fonte: Automotive News Europe