Luca de Meo está focado em levar o Groupe Renault para outro patamar. Depois de termos mostrado aqui as intenções com a Alpine, Dacia e o lançamento de um protótipo que tenciona reviver o Renault 5, falamos agora da nova marca de serviços de mobilidade e serviços do grupo francês. O denominado Mobilize tem como público alvo os clientes que querem adotar formas de mobilidade mais sustentáveis e partilhadas.

«É com grande entusiasmo que acompanhamos esta mutação do mundo do automóvel, que passa da propriedade à utilização, quando e onde houver necessidade. Para além do mundo automóvel, a Mobilize irá propor uma vasta gama de serviços inovadores nos domínios da mobilidade, da energia, e dos dados. Com a colaboração de vários parceiros vamos procurar maximizar a utilização do automóvel para trajetos simplificados, mais sustentáveis e acessíveis ao transporte de pessoas e de mercadorias, reduzindo, ao mesmo tempo, o impacto ambiental.» Clotilde Delbos, Diretora-geral da Mobilize

Um dos destaques desta nova solução da Renault é o lançamento de mais um protótipo, o EZ-1. Com várias parecenças ao já conhecido Twizy, é uma solução pensada para o uso partilhado. Com pagamento mediante a utilização, tudo controlado por smartphone, é basicamente um veículo elétrico de pequenas dimensões e com dois lugares. Possui um sistema de troca de baterias para uma utilização sem paragens e, a pensar no meio ambiente, 50% dos materiais utilizados são reciclados e, para além disso, quando chegar ao fim de vida útil, o veículo é reciclável em 95%.

«O Mobilize EZ-1 Prototype é um objeto de mobilidade que facilmente se integra nas cidades e é emblemático da marca Mobilize. É um veículo que acompanha os utilizadores na adoção de uma mobilidade mais eficaz e mais responsável», declara Patrick Lecharpy, Diretor do design Mobilize.