A linguagem de design Kodo da Mazda fez a sua estreia há dez anos. Foi Ikuo Maeda, responsável máximo pelo design da marca, quem a revelou, expressando “A Alma do Movimento” como filosofia e inspiração e traduzindo, segundo a marca japonesa, a beleza do movimento de um objeto estático.

O Kodo Design foi lançado no Salão Automóvel de Los Angeles através do concept-car Shinari e desde então já foi alvo de uma nova evolução. Esta abordagem tem permitido à Mazda conquistar vários prémios, incluindo o “World Car Design of the Year” alcançado pelo Mazda3 em 2010. Outros exemplos de modelos distinguidos devido à linguagem Kodo são os concepts RX-Vision e Vision Coupé, bem como a geração “ND” do roadster MX-5, lançada em 2015.

Mais recentemente foram atribuídos à Mazda dois “Red Dot Award 2020” pelos seus CX-30 e MX-30 na categoria “Design de Produto”. Após uma década de sucesso, a Mazda promete levar o conceito ainda mais além, evoluindo o design dos seus automóveis e apostando numa vertente cada vez mais emocional.