O McLaren Elva nasce como celebração dos modelos clássicos de competição da marca como o M1A, M1B e o M1C dos anos 60. Como tal, uma das suas características mais marcantes é a ausência de para-brisas. No entanto, os clientes que não gostam de levar com o vento de frente na cara vão pode contar com um para-brisas, uma nova solução que pretende aumentar a presença em certos mercados. A McLaren revela ainda que este acrescento reflete-se no peso total que sobe 20 kg.

Por outro lado, o aumento mal vai ser sentido visto que o McLaren Elva com para-brisas perde o sistema Active Air Managment, tecnologia que cria uma espécie de “bolha” no habitáculo. Nesta configuração com para-brisas, o McLaren Elva, equipado com o motor V8 de 3.0 litros que debita 815 cv e 800 Nm de binário, acelera dos 0 aos 100 km/h em 2,8 segundos e dos 0 aos 200 km/h em 6,8 segundos. Por fim, as primeiras unidades com para-brisas vão começar a ser entregues aos clientes no fim de 2021 e vai estar disponível como melhoria através da McLaren Special Operations (MSO).

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.