O excesso de velocidade é uma das principais causas no que diz respeito a multas nas estradas portuguesas, no entanto, este dado não se encontra apenas “por cá”. Segundo o Correio da Manhã, um jovem de 20 anos português foi apanhado num radar da autoestrada A9 em Riddes, Suíça, a uma velocidade bastante superior à permitida por lei. Segundo os relativos da polícia local, o condutor português seguia a 239 km/h numa autoestrada onde o limite de velocidade é de 120 km/h.

Estas velocidades são consideradas crime e o jovem teve de se apresentar em tribunal. O veredicto ditou a perda de carta de condução, apreensão do veículo e a abertura de uma investigação criminal pelo Ministério Público, tal como conta o CM. Sem esquecer, claro, uma multa e, segundo a comunicação local, pode ainda enfrentar pena de prisão de pelo menos um ano.

Mais uma vez alertamos para a necessidade de evitar excessos de velocidade, não só pela segurança do condutor, mas por todos os outros utentes da estrada. Este continua a ser um dos principais causadores de mortes ou feridos graves nas estradas portuguesas.

Fonte: Correio da Manhã