Acabou! No final de setembro a BMW vai acabar com a produção do bloco turbodiesel de 6 cilindros em linha com 3.0 litros e quatro turbos, que equipava os modelos M50d.

Uma “Final Edition” reservada à… Roménia (!) marca o fim da produção deste motor extraordinário com 400 CV e 760 Nm de binário. E pergunta o caro leitor, “mas, a Roménia porquê?” Bom, porque naquele país o motor mais vendido no X5 e no X7 é, precisamente, o M50d, o mesmo se passando com o X6.

Por isso, a BMW decidiu premiar o mercado com esta “Final Edition” superequipada com faróis Laser, rodas traseiras direcionais, condução semi-autónoma, vidros insonorizados e sistema de som Harman Kardon com 16 altifalantes.

O bloco seis em linha turbodiesel não vai desaparecer, felizmente, mas o topo da gama deste motor passa a ser o 40d com 340 CV e 700 Nm de binário, cumpre as regras Euro 6d na sua totalidade e que vai entrar em vigor em 2021, graças à utilização da hibridização suave com tecnologia de 48 volts.