Tal como revelámos ontem, a Autocar anunciou que um consórcio suíço realizou uma oferta de 7,5 mil milhões de euros pela Lamborghini. Contudo, segundo conta a Automotive News Europe, a proposta não deve ser aceite. “Isto não é objetivo de qualquer discussão dentro do grupo. A Lamborghini não está à venda”, afirmou um representante da Audi em declarações ao Automotive News Europe.

De relembrar que a venda da Lamborghini já esteve em cima da mesa, porém, no final de 2020 o quadro de supervisão do Grupo Volkswagen ditou que a marca italiana era para manter. O consórcio suíço é representado por Rea Stark, co-fundadora da Piech Automotive. Esta empresa tem como segundo fundador Anton Piech, filho do ex-lider do Grupo Volkswagen, Ferdinand Piech.

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.