Luca de Meo, o novo CEO do Groupe Renault, apresentou hoje a estratégia para os próximos anos denominada “Renaulution”. Começando pela Alpine, a marca vai beneficiar de uma nova estrutura organizacional e vai beneficiar da intensificação de sinergias com o grupo e a Aliança. Assim, podemos esperar três novos modelos para os próximos anos, numa clara aposta da mítica marca gaulesa. Em primeiro lugar, vamos receber um hot hatch de segmento B 100% elétrico com base na plataforma CMF-B EV. Para além disso, a Alpine vai lançar um crossover desportivo de segmento C 100% elétrico, desta vez, com a plataforma CMF-EV. Por fim, talvez uma das mais aguardadas, um sucessor do A110 atual, mas 100% elétrico, desenvolvido em parceria com a Lotus. Com estes três modelos a marca vai tornar-se 100% elétrica nos próximos anos.

“A nova entidade Alpine leva três marcas com ativos separados e áreas de excelência para transformá-la num negócio mais completo. O artesanato da fábrica em Dieppe, o domínio da engenharia da equipa de Fórmula 1 e Renault Sport irão brilhar na nossa gama 100% elétrica, com infusão de tecnologia, levando o nome Alpine para o Futuro. Vamos estar nas pistas e nas estradas, autênticas e com a mais avançada tecnologia, inovadores e apaixonados”, afirma Laurent Rossi, CEO da Alpine.