Depois de termos revelado que a Lotus tinha intenções de lançar um novo modelo, a marca britânica oficializou agora este dado. De facto, confirmaram o desenvolvimento de um carro conhecido internamente como “Type 131”. Contudo, esta boa notícia vem acompanhada do fim de três modelos que representam a gama da marca: Elise, Exige e Evora vão deixar de ser comercializados.

Porém, nem tudo é mau. Por outro lado, uma “nova geração de produtos” vai seguir o denominado “Type 131”. Para já, não é totalmente claro se será uma sucessão direta do trio (Elise, Exige e Evora), ou se serão modelos completamente novos. Vai ainda contar com o já conhecido hipercarro elétrico Lotus Evija.

Estas mexidas importantes para a marca surgem após o investimento de 100 milhões de libras (cerca de 112,7 milhões de euros) para atualizar a casa de Hethel como parte da estratégia Vision80. A marca britânica está a beneficiar do facto de ter sido comprada pela Geely em 2017 que pretende “renascer” o nome Lotus.