Vem aí a sétima edição do EDP Open Innovation. Já pode submeter a sua candidatura

A EDP está à procura das melhores startups dedicadas à inovação no campo da energia. A fase de candidaturas já está aberta e decorre até dia 10 de setembro. Um dos prémios é um cheque de 50 mil euros.

A EDP está à procura das melhores startups dedicadas à inovação no campo da energia. A fase de candidaturas já está aberta e decorre até dia 10 de setembro. Um dos prémios é um cheque de 50 mil euros.

Já lá vão seis anos e está tudo preparado para o sétimo. Desde 2012 que o EDP Open Innovation procura ideias inovadoras que possam fazer a diferença num mercado em mudança. O programa de empreendedorismo está de volta e a fase de candidaturas já está aberta. Na mira estão as startups dedicadas à inovação na área da energia, tal como as grandes tendências do mercado, como a descarbonização, descentralização e digitalização.

Este projeto pretende desafiar os empreendedores a levarem os seus negócios ao próximo nível. “Para a sétima edição do programa, que resulta da união entre o programa Energia de Portugal e o Prémio EDP Inovação, queremos os melhores projetos de áreas como energia limpa, redes inteligentes, armazenamento de energia, inovação digital e soluções focadas nos clientes”, explica Luís Manuel, membro do comité executivo da EDP Inovação, em comunicado.

O período de inscrições termina no dia 10 de setembro e são aceites participantes a partir dos 18 anos, de todas as nacionalidades e de qualquer parte do mundo. Após terminada a fase de candidaturas, o júri vai escolher as dez melhores startups, que terão a oportunidade de beneficiar de um programa de aceleração, coorganizado pela EDP e, pela primeira vez, também pela Beta-i.

Para Gonçalo Negrão, da Beta-i, gestor de projeto da edição deste ano, o objetivo do programa é que “em duas semanas, as empresas tenham um pré-piloto testado e validado, numa ligação que se quer estreita entre os responsáveis pelo projeto e as equipas. Será um período de trabalho intenso em que, mais do que ideias, se procuram soluções, para que se mantenha sempre a energia”.

Os três primeiros lugares vão poder estar presentes no Web Summit, o maior evento internacional de tecnologia e empreendedorismo, que se realiza no próximo mês de novembro, de dia 5 a 8, no Altice Arena, em Lisboa. Além deste prémio para os três melhores, as startups que mostrem uma estratégia que se enquadre com o negócio da EDP serão convidadas a participar na EDP Starter, um programa para startups que estão a dar os primeiros passos como fornecedoras ou parceiras da empresa do setor energético.

A melhor equipa terá, além destes, um prémio acrescentado. O primeiro lugar vai ser premiado como 50 mil euros.

“Para além do prémio financeiro e da ida à Web Summit, a maior montra mundial para estas startups, as equipas mais promissoras terão a oportunidade de entrar num ecossistema único em Portugal, com um espaço de co-work, mentoria e serviços transversais a Portugal, Espanha e Brasil”, refere Carla Pimenta, gestora da EDP Starter, em comunicado.

De segunda a sábado,

consulte os especialistas em Desporto, Atualidade, Entretenimento, Tecnologia, Lifestyle e Motores.