Em liberdade com Termo de Identidade e Residência 30 detidos por jogo ilícito

Os 30 detidos pela GNR numa operação de combate ao jogo ilícito através de plataformas 'online' saíram em liberdade mediante Termo de Identidade e Residência (TIR) após interrogatório judicial, disse hoje à Lusa fonte daquela corporação.

Os arguidos, inquiridos no Tribunal Judicial da Comarca de Setúbal em primeiro interrogatório judicial, são suspeitos de exploração ilícita de jogo de fortuna ou azar, exploração ilícita de jogos e apostas 'online', apostas desportivas à cota de base territorial, associação criminosa, fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais.

No âmbito da operação "Shadow Game", que decorreu entre terça-feira e quinta-feira, a GNR deteve 30 pessoas em Portugal e uma no Luxemburgo numa operação de combate ao jogo ilícito através de plataformas 'online' e jogos de fortuna ou azar.

De segunda a sábado,

consulte os especialistas em Motores, Atualidade, Entretenimento, Lifestyle, Tecnologia e Desporto.

Subscreva para receber no seu email, a dose diária recomendada de informação, sem contraindicações.