Uber acaba com testes de autónomos no Arizona

A Uber anunciou o fim das suas operações com veículos autónomos no estado do Arizona, EUA, dois meses depois de um dos seus veículos ter provocado um acidente mortal.

A Uber anunciou o fim das suas operações com veículos autónomos no estado do Arizona, EUA, dois meses depois de um dos seus veículos ter provocado um acidente mortal.

Após o acidente que vitimou Elaine Herzberg, a Uber suspendeu todos os testes com veículos autónomos nos Estados Unidos e perdeu a autorização que tinha para efetuar testes públicos nas estradas do Arizona.

A decisão de acabar com os testes no Arizona vai custar o emprego a cerca de 300 trabalhadores da Uber que faziam parte da equipa de condução autónoma da empresa.

A Uber irá agora realizar os testes na Califórnia e Pensilvânia, mas com promessa de um controlo mais rigoroso para evitar outros acidentes fatais.

Recorde-se que as investigações à morte de Elaine Herzberg ainda decorrem, com alguns meios de comunicação a avançarem que o carro da Uber teria sido capaz de identificar a vítima através dos sensores, mas as configurações do software terão consideram um "falso positivo" - o que levou o carro a seguir o seu curso normalmente.

Outro problema que pode ter levado ao acidente prende-se com a decisão da Uber em diminuir o número de sensores do veículo: dos 7 sensores Lidar dar que a empresa colocava nos primeiros veículos de testes, apenas 1 é colocado atualmente.

No seu email. Sem contraindicações.

De segunda a sábado, consulte os especialistas em Desporto, Atualidade, Entretenimento, Tecnologia, Lifestyle e Motores.