Os nossos camaradas espanhóis do sítiowww.motor.es“apanharam” o novo Macan, disfarçado de… Porsche Macan, a fazer testes de desenvolvimento.

Verdadeira galinha dos ovos de ouro, o Macan é um carro muito importante para a Porsche que ajuda, e de que maneira, à margem de lucro recordista libertada. A casa de Zuffenhausen vendeu 280 mil carros em 2019. Um em cada três Porsche vendidos foi Macan num total de 99.944 unidades. E isto com preços que arrancam nos 79.375 euros, em Portugal.

Apesar deste sucesso, a Porsche vai imolar o Macan no altar da mobilidade elétrica e quando chegar a meio de 2021, será totalmente… elétrico. Utilizando um Macan atual para esconder a próxima geração, a Porsche não quer divulgar o estilo do novo modelo que beberá muita inspiração no Taycan, como pode ver na imagem dos nossos colegas da L’Automobile Magazine.

A Porsche já confirmou que o Macan será totalmente elétrico, mas dando “uma no cravo outra na ferradura” e protegendo os quase 100 mil carros vendidos em 2019, o Macan atual irá continuar a viver lado a lado com o novo Macan elétrico. Diz a Porsche que será até “haver procura”. Quase de certeza que a Porsche terá de renovar o carro, pois acreditamos que estará muitos anos á venda.

O novo Macan terá a mesma plataforma do Taycan e apresentará cifras no que toca à autonomia e, sobretudo, para os tempos de carregamento, que podem ser uma surpresa.