MotoGP: Marc VDS pode deixar a Honda

Equipa belga está em conversações com a Suzuki

Nos últimos quatro anos a belga Marc VDS tem sido umas das formações satélite da Honda em MotoGP. Porém o atual contrato que liga as duas entidades termina no final de 2018 e o chefe de equipa, Michael Bartholemy, abre a porta a uma mudança de “casa-mãe” dado as aparentes dificuldades para chegar a um novo acordo com a Honda.

“As coisas com a Honda mudaram muito desde o último mês de novembro. Apenas querem um ano de contrato, o que é algo que nos deixa desiludidos. Queríamos um maior compromisso. Desta forma precisamos de avaliar todas as opções que estão em cima da mesa. Não quero tomar uma decisão muito tardia, pelo que neste mês quero ter tudo clarificado quanto às opções existentes, para depois fechar o acordo em abril ou maio”, disse Bartholemy ao site do MotoGP durante a apresentação da Marc VDS, que decorreu na passada segunda-feira no circuito espanhol de Jarama.

O dirigente da equipa belga revelou ainda que a “Suzuki é uma das marcas com a qual a Marc VDS está em conversações” para um acordo, que Michael Bartholemy quer que seja “entre 2019 e 2021 e não apenas por um ano. Penso que somos uma das melhores equipas satélites do pelotão. Veremos agora quem nos consegue convencer”.

No seu email. Sem contraindicações.

De segunda a sábado, consulte os especialistas em Desporto, Atualidade, Entretenimento, Tecnologia, Lifestyle e Motores.