A atual geração do Classe E chegou ao mercado em abril de 2016 e quatro anos depois conhece nova evolução para ao W213 que entre outras coisas, vai estrear o volante desenvolvido pela Mercedes.

A nova versão do Classe E vai chegar ao mercado no segundo no segundo semestre de 2020, para no final do ano ser a vez da carrinha também ser remodelada. As novidades estão centradas na frente e na traseira. A frente terá uma grelha mais proeminente, mas mantendo as barras horizontais, sendo mais agressiva no estilo. Os faróis serão mais estreitos e a inspiração é bebida amplamente no Classe A e no CLS.

Curiosamente, o carro é muito semelhante no corpo, mas a Mercedes quer diferenciar de forma clara o Classe C do Classe E é por isso que os para choques serão redesenhados, os farolins traseiros também são novos. Se no exterior há várias novidades, no interior os progressos são menores, mantendo os ecrãs de generosas dimensões. Porém, há uma nova versão para o MBUX que compreende termos mais complexos e reage a gestos. Outra novidade é o volante que passa a ter um centro mais pequeno para o airbag e quatro braços que albergam os muitos comandos. O estilo é inspirado no volante do protótipo Vision Mercedes Maybach Ultimate Luxury.

Tecnicamente, o Classe E não vai conhecer muita evolução e mecanicamente também não. Junta-se o E63 e E63 S AMG, com o V8 de 4 litros a ter 575 e 615 CV.