Mazda oferece quatro novidades no arranque de 2019

Após um ano de 2018 que não foi fácil para a Mazda (recuou nas vendas face a 2017), chegam quatro novos produtos que os responsáveis da marca em Portugal acreditam ser capazes de energizar as vendas.

Após um ano de 2018 que não foi fácil para a Mazda (recuou nas vendas face a 2017), chegam quatro novos produtos que os responsáveis da marca em Portugal acreditam ser capazes de energizar as vendas.

Nessas novidades estão os SUV CX-3 e CX-5, o topo de gama Mazda 6 e o desportivo MX-5. São várias as coisas novas que estes modelos oferecem em 2019, mas a maior delas é a oferta em toda a gama de motores a gasolina, inclusive no Mazda 6, juntando, ainda, um novo motor diesel com 1.8 litros cuja tecnologia permite que não seja necessário utilizar AdBlue para limpar as emissões do propulsor.

O CX-3 tem tido uma bela performance em Portugal – 1096 unidades de janeiro a novembro de 2018 – mas precisava de algum incentivo. Primeiro, com a chegada de uma cor emblemática na Mazda, o vermelho “Soul Red Crystal”, depois com o novo motor 1.8 litros Skyactiv-D (115 CV, consumo de 5,2 l/100 km e emissões de 157 gr/km) e a estreia do motor 2.0 litros Skyactiv-G (121 CV, consumo de 6,6 l/100 km e 160 gr/km de CO2). A versão 2019 do CX-3 conta, ainda, uma versão atualizada do Advanced Smart City Brake Support (Advanced SCBS), agora com capacidade reforçada para detetar peões à noite. Esta e outras funcionalidades de segurança, tais como o Mazda Radar Cruise Control (MRCC) com função Stop & Go e um retrovisor anti-encandeamento, também estão disponíveis. Em Portugal a gama Mazda CX-3 oferece os níveis de equipamento Evolve e Excellence e a novidade da edição especial Advance. Dependendo das versões, o CX-3 oferece um sistema de tracção integral –iAWD e caixa automática, em conjunto ou separadamente. Os preços do Mazda CX-3 2019 iniciam-se nos 27.032 euros para as variantes com motor Skyactiv-D 1.8 e nos 29.358 euros para as unidades equipadas com o bloco Skyactiv G 2.0.

Esteticamente há uma nova grelha, para choques redesenhado, jantes de 18 polegadas, farolins traseiros alterados e ainda luzes frontais de nevoeiro redesenhadas. O CX-3 oferece o Apple Carplay e o Android Auto. No que toca ao chassis, o CX-3 revcebe novas molas e amortecedores e medidas para reduzir os ruídos aerodinâmicos e de rolamento. O i-Activesense conta, também, com sistema de assistência à travagem de emergência e um “cruise control” com radar e “stop&go”.

Já o CX-5, recebe, também a cor especifica da Mazda, novos bancos mais volumosos e largos com alta resistências e absorção de vibração e há novos espaços de arrumação e portas USB. Os bancos em pele têm ventilação com três níveis de afinação. Claro que disponibiliza o Android Auto e o Apple CarPlay e oferece o monitor com visão 360 graus (quatro câmaras à frente, lateral e traseira, oito sensores de estacionamento á frente e atrás e, ainda, visão aérea de veículo). Quanto à mecânica, desde o bloco diesel de Skyactiv-D 2.2 com duas variantes de potência (150 CV e 380 Nm ou 184 CV e 445 Nm), aos dois novos motores a gasolina Skyactiv-G 2.0 (145 CV e 213 Nm) e Skyactiv-G 2.5 (194 CV e 258 Nm), todos homologados de acordo com o protocolo WLTP/RDE e cumprindo com as normas de controlo de emissões Euro 6d. Os motores diesel e gasolina mais potentes podem ver-se associadas à tração integral e à caixa automática Skyactiv-Drive, em conjunto ou separadamente.

A gama do CX-5 terá os níveis Essence, Evolve e Excellence a que se junta uma Special Edition com conteúdos específicos. Os preços iniciam-se nos 32.383 euros para as variantes 2WD com motor Skyactiv-G 2.0, ou nos 55.224 euros com o motor Skyactiv-G 2.5. Na vertente diesel a gama CX-5 arranca nos 36.338 euros do bloco Skyactiv-D de 150 CV, ou nos 57.999 euros para as versões Skyactiv-D de 175 CV com sistema AWD.

A gama do Mazda 6 recebe várias alterações. No exterior, a frente recebe novo para choques, o friso que estava por cima do farol, passa a estar por baixo, na traseira, muda o para choques e a tampa da mala na versão de quatro portas, permanecendo igual na carrinha. Há novas jantes de 17 e 19 polegadas, os faróis LED são novos e os farolins também são redesenhados. No interior também há novidades, com a consola central redesenhada, novos bancos com ventilação, painel de instrumentos totalmente digital com tudo alinhado face á linha de visão do condutor, Apple CarPlay e Andoid Auto e um novo ecrã de 8 polegadas. O Mazda 6 recebe o mesmo sistema de visão 360 graus do CX-5 e o cruise control com radar que inclui “stop& go” e controlo adaptativo da velocidade. O Mazda 6 recebe, também, luzes LED adaptativas com 20 LED por farol. A Mazda introduziu medidas para reduzir os ruídos aerodinâmicos (redução dos espaços entre painéis e aplicação de novos materiais absorventes) e melhoria do controlo de direção. O Mazda 6 recebeu cinco estrelas EuroNCAP e há novidades, naturalmente, nas mecânicas. Assim, além do o bloco diesel Skyactiv-D 2.2 (variantes de 150 e 184 CV), passam a estar disponíveis dois novos motores a gasolina Skyactiv-G 2.0 (145 CV e 213 Nm) e Skyactiv-G 2.5 (194 CV e 258 Nm), todos cumpridores das normas de controlo de emissões Euro 6d.

A grande novidade é, naturalmente, os blocos a gasolina. O 2.0 litros gasta 6,7 l/100 km e emite 152 gr/km de CO2, o propulsor 2.5 litros gasta 7,4 l/100 km e emite 267 gr/km de CO2, tendo como particularidade o sistema de desativação de cilindros, o que permite reduzir de forma sensível os consumos a uma velocidade constante de 80 km/h.

Finalmente, o MX-5 nas versões de capota de lona e capota rígida, recebem novas jantes de liga leve de 16 e 17 polegadas, há novas jantes de 16 polegadas para as versões de capota de lona que pode ser encomendada em cor castanha. Finalmente, a coluna de direção do MX-5 tem ajuste em profundidade e passa a oferecer Apple CarPlay e Andoid Auto (transversal a toda a gama Mazda), sistema de reconhecimento de sinais, sistema de travagem inteligente em cidade, aviso de saída inadvertida da faixa de rodagem e câmara traseira de estacionamento.

O MX-5 recebe o novo motor 2.0 litros com 184 CV (mais 24 CV que anteriormente) e 200 Nm de binário, enquanto que o bloco 1.5 litros ganha um cavalo (passa de 131 para 132 CV) com um binário de 150 Nm.

A gana do MX-5 declina-se nas duas variantes já citadas, com níveis de equipamento Essence (só com capota de lona), Evolve e Excellence. Os preços começam nos 25.302 euros (capota de lona) e 29.908 euros (RF) com motor 1.5 litros e nos 39.667 euros (capota de lona) e 42.192 euros (RF) com o motor 2.0 litros.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)

Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)

Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)

De segunda a sábado,

consulte os especialistas em Motores, Atualidade, Entretenimento, Lifestyle, Tecnologia e Desporto.

Subscreva para receber no seu email, a dose diária recomendada de informação, sem contraindicações.