Conheça o primeiro McLaren Senna a chegar aos EUA

A McLaren Special Operations (MSO), divisão de personalização da McLaren, revelou um Senna encomendado pelo coleccionador Michael Fux, o primeiro norte-americano a receber um dos 500 exemplares do superdesportivo.

A McLaren Special Operations (MSO), divisão de personalização da McLaren, revelou um Senna encomendado pelo coleccionador Michael Fux, o primeiro norte-americano a receber um dos 500 exemplares do superdesportivo. 

Qualquer Senna capta a atenção por onde quer que passe, mas esta proposta destaca-se ainda mais devido à sua carroçaria em fibra de carbono acabada no tom “Emerald Green” ou “Fux Green”, uma preferência do seu proprietário. A cor também caracteriza o habitáculo, nomeadamente a estrutura dos dois bancos.

O McLaren de Michael Fux foi intensamente personalizado pela MSO, foram precisas mais de 1.000 horas para pintar de verde as 67 peças que compõem a carroçaria, cor que contrasta com as jantes cromadas que integram elementos em vermelho e azul, e sobrepõem-se a umas pinças de travões em preto brilhante. Para o interior, também marcado pelo mesmo tom de verde, o coleccionador optou por revestimentos em couro branco. Destaque para a parte inferior das portas que é constituída por vidro, o que melhora a visibilidade em pista.

O Senna, que pesa apenas 1.198 kg, está equipado com um motor V8 4.0 biturbo capaz de debitar 800 cv de potência e 800 Nm de binário. A unidade permite acelerar dos 0 aos 100 km/h em 2,8 segundos e dos 0 aos 200 km/h em 6,8 segundos. Graças a uma excelente aerodinâmica activa, a 250 km/h, o superdesportivo produz cerca de 800 kg de força descendente, o que contribui para uma dinâmica de condução optimizada.

De segunda a sábado,

consulte os especialistas em Desporto, Atualidade, Entretenimento, Tecnologia, Lifestyle e Motores.