O motor servirá para motorizar o Vahalla a partir de 2022, não descartando a Aston Martin versões híbridas Plug In.

Desenvolvido pela casa de Gaydon, este novo motor V6 já cumpriu aturados testes em banco de ensaio e no dinamómetro, chama-se TM01, homenageando Tadek Marek, um famoso engenheiro da Aston Martin dos anos 50 e 60 do século passado.

O V6 tem uma cilindrada de 3.0 litros e sobrealimentação, sendo o primeiro motor feito “em casa” pela Aston Martin desde 1968. Poderá receber diversos tipos de hibridização, seja híbrido convencional ou Plug In.

Diz a Aston Martin que será o motor mais potente de sempre, mas não divulgou dados para provar isso, embora circulem os rumores que terá mais de 720 CV. Terá cárter seco, os turbos estão montados dentro do V do motor e pesa menos de 200 kgs. O binário será determinado consoante o veiculo que motorizar, cumpre as normas Euro7 e aparecerá no Valhalla, no Vanquish a lançar em 2023 e poderá ser utilizado no SUV DBX.