Ares Design revela a sua versão do Land Rover Defender

A Ares Design, uma empresa especializada na conversão e modificação de veículos, revelou a sua versão do Land Rover Defender, classificada por Dany Bahar (CEO da Ares Design), como sendo a derradeira representação do icónico todo-o-terreno.

A Ares Design, uma empresa especializada na conversão e modificação de veículos, revelou a sua versão do Land Rover Defender, classificada por Dany Bahar (CEO da Ares Design), como sendo a derradeira representação do icónico todo-o-terreno. 

Bahar afirma que a Ares Design não se esqueceu que ser “proprietário de um Defender significa valorizar a condução, em estrada e fora dela,” por essa razão, o Defender Ares Design, cuja produção será limitada a 53 exemplares, realça as características que tornaram o modelo da Land Rover num ícone da indústria automóvel.

Desenvolvido em colaboração com a preparadora JE Motorworks, o modelo modificado integra um bloco Rover V8 capaz de debitar 285 cv de potência e 440 Nm de binário. O motor está a associado a uma caixa semiautomática de seis velocidades e a três componentes mecânicos optimizados: veio de transmissão, diferenciais e sistema de escape. Aqueles que não estão satisfeitos com os 285 cv podem optar pela versão sobrealimentada que oferece 485 cv de potência e 650 Nm de binário.

Através de modificações ao nível da suspensão, a distância ao solo foi ampliada em 75 mm na versão com motor de aspiração natural e em 50 mm na versão sobrealimentada. Jantes personalizadas de 18 polegadas, um kit de carroçaria todo-o-terreno, guinchos, barras de tejadilho e estribos laterais complementam a estética exterior e contribuem para a criação de um visual que emana robustez e agressividade.

O interior do Defender Ares Design, ostensivamente mais luxuoso que o habitáculo do modelo convencional, é caracterizado pela incorporação de alumínio, fibra de carbono, madeira trabalhada à mão e couro italiano de elevadíssima qualidade. As modificações mecânicas, exteriores e interiores são realizadas nas instalações da Ares Design situadas na cidade italiana de Modena.

A conversão custa cerca de 215.000 euros e não inclui o Defender, o modelo tem de ser fornecido pelo cliente.

De segunda a sábado,

consulte os especialistas em Motores, Atualidade, Entretenimento, Lifestyle, Tecnologia e Desporto.

Subscreva para receber no seu email, a dose diária recomendada de informação, sem contraindicações.