Acabou-se o Dakar para a Peugeot

Peugeot Sport vai preparar o futuro Campeonato 'Elétrico' de Ralycross

Após 8793 km de dunas, passagens de montanha, pistas pedregosas e os mais variados perigos ao longo do Peru, Bolívia e Argentina, a dupla formada por Carlos Sainz/Lucas Cruz deu à Peugeot não só o triunfo na 40ª edição do Dakar, o terceiro sucesso consecutivo desta nova era da Peugeot, sétimo da sua história, marca um ponto de viragem, já que esta foi a última participação da Peugeot no Dakar.

A marca francesa vai agora concentrar-se no Campeonato do Mundo FIA de Rallycross (WorldRX), numa temporada arranca a 14 e 15 de Abril, em Barcelona, com Sébastien Loeb aos comandos de um dos Peugeot 208 WRX. Ao mesmo tempo, a Peugeot Sport vai também preparar o futuro Campeonato ‘Elétrico’ de Ralycross, que está previsto para 2020, o que implicará a substituição do atual Peugeot 208 de estrada por uma futura versão 100% elétrica.

“A Peugeot termina da melhor forma a sua campanha no Dakar, graças a esta fantástica vitória de Carlos Sainz/Lucas Cruz, num Rali Dakar que vai ficar para história. Totaliza três vitórias consecutivas num evento tão difícil como este, é um feito notável que se fica a dever tanto ao nosso elevadíssimo nível técnico como ao nosso fortíssimo espírito de equipa. Estamos particularmente satisfeitos com esta vitória do Carlos e do Lucas, que fizeram um rali absolutamente incrível, ultrapassando todos os obstáculos. Carlos entrou de alma e coração no nosso projeto para o Dakar, logo desde o início, portanto, esta é uma excelente forma de recompensar o seu empenho. Três dos nossos quatro carros estão aqui à chegada do rali mais duro da década, tendo o Peugeot 3008 DKR Maxi mostrado toda a sua superioridade. É uma enorme satisfação para toda a equipa e um imenso motivo de orgulho para a Peugeot” disse Bruno Famim, Diretor da Peugeot Sport.

Palmarés da Peugeot no Dakar
1987: Vitória para Vatanen/Giroux (205 T16 Grand Raid)
1988: Vitória para Kankunen/Pironen (205 T16 Grand Raid)
1989: 1º e 2º lugares para Vatanen/Berglund e Ickx/Tarin (405 T16 Grand Raid)
1990: 1º, 2º e 3º lugares para Vatanen/Berglund (405 T16 Grand Raid), Waldegard/Fenouil (405 T16 Grand Raid) e Ambrosino/Baumgartner (205 T16 Grand Raid)
2016: Vitória para Peterhansel/Cottret (2008DKR)
2017: 1º, 2º e 3º lugares para Peterhansel/Cottret, Loeb/Elena e Despres/Castera (3008DKR)
2018: Vitória para Sainz/Cruz (3008DKR Maxi)

De segunda a sábado,

consulte os especialistas em Desporto, Atualidade, Entretenimento, Tecnologia, Lifestyle e Motores.