Tribunal mantém prisão de empresários implicados em corrupção na Segurança Social moçambicana

O Tribunal Judicial da Cidade de Maputo decidiu manter em prisão preventiva dois empresários detidos por alegado envolvimento num caso de corrupção envolvendo a Segurança Social moçambicana, em que está também detida uma antiga ministra do Trabalho.

A Agência de Informação de Moçambique (AIM) noticia hoje que, após várias horas de audição, o tribunal ordenou que Ernesto Armando Simango e José Marcelino Pita continuem detidos.

O juiz recusou libertar os dois arguidos mediante pagamento de caução.