Solução de Governo não se esgotou, diz António Costa

"Eu já fico muito satisfeito de ele achar que eu sou bom primeiro-ministro", responde António Costa, quando confrontado com aintervenção do eurodeputado Francisco Assis.

"Eu já fico muito satisfeito de ele achar que eu sou bom primeiro-ministro", responde António Costa, quando confrontado com aintervenção do eurodeputado Francisco Assis.

O secretário-geral do PS, António Costa, afirmou hoje que já fica “muito satisfeito” por Francisco Assis achar que é bom primeiro-ministro e rejeitou que a atual solução de Governo esteja esgotada, contrapondo que é para continuar.

À chegada à Exposalão, na Batalha, distrito de Leiria, onde decorre o 22.º Congresso do PS, António Costa foi questionado sobre a intervenção do eurodeputado Francisco Assis, que no sábado criticou a atual solução governativa, mas elogiou a sua prestação na chefia do Governo e lhe disse: “Imagino o grande primeiro-ministro que poderás ser sem esta limitação da geringonça”.

“Eu já fico muito satisfeito de ele achar que eu sou bom primeiro-ministro”, respondeu o secretário-geral do PS aos jornalistas.

Em seguida, António Costa rejeitou que a atual solução de Governo esteja esgotada: “Não, esta solução tem demonstrado toda a vitalidade e o sucesso dos resultados que temos tido, na criação de emprego, no crescimento económico, na boa gestão das finanças públicas, na realização de melhorias concretas no Serviço Nacional de Saúde (SNS), melhorias concretas no nosso sistema de ensino”.

“Mas, também a vitalidade desta solução, a estabilidade desta solução, e que vamos continuar”, completou.

No seu email. Sem contraindicações.

De segunda a sábado, consulte os especialistas em Desporto, Atualidade, Entretenimento, Tecnologia, Lifestyle e Motores.