Wall Street recua após terminarem negociações comerciais EUA-China

A bolsa de Nova Iorque iniciou hoje a sessão em baixa, depois de terem terminado as negociações comerciais entre Estados Unidos e China sem que tenham sido divulgados resultados concretos.

Às 14:55 (hora de Lisboa), o índice Dow Jones descia 0,65% para 23.723,07 pontos e o Nasdaq recuava 1,09% para 6.881,32 pontos.

O índice alargado S&P 500 baixava 0,66% e estava em 2.567,85 pontos.

Os Estados Unidos disseram hoje que as negociações que decorreram nos últimos dias em Pequim sobre a guerra comercial entre os dois países se focaram na promessa da China de comprar mais bens norte-americanos, sem abordar as políticas industriais chinesas.

O Ministério do Comércio chinês revelou, por seu lado, que as duas partes "manterão contacto", ao longo das próximas semanas.

Nenhum dos países avançou detalhes sobre qual será o próximo passo das negociações.

Hoje foi também anunciado nos Estados Unidos que os pedidos de subsídio de desemprego baixaram na semana passada em 17.000 e fixaram-se em 216.000, mantendo-se nos níveis mais baixos de quase 50 anos.

A descida foi maior do que era esperado, uma vez que os analistas tinham antecipado que os pedidos ficassem em 227.000.

Na quarta-feira, Wall Street encerrou no 'verde', após uma sessão volátil. O Dow Jones subiu 0,39% e o Nasdaq 0,87%.

EO (JPI) // JNM

Lusa/fim

De segunda a sábado,

consulte os especialistas em Motores, Atualidade, Entretenimento, Lifestyle, Tecnologia e Desporto.

Subscreva para receber no seu email, a dose diária recomendada de informação, sem contraindicações.