Wall Street inverte tendência. Nasdaq escapa às perdas

Depois de uma abertura em alta, as bolsas norte-americanas inverteram a tendência. O Nasdaq escapou às perdas, impulsionado pelas subidas das cotadas tecnológicas.

As bolsas norte-americanas encerraram em queda, invertendo a tendência de abertura. O otimismo vivido pelos investidores na abertura, motivado pelas boas notícias vindas da China e de Itália, não foi suficiente para manter Wall Street no verde. As quedas na energia e na banca ditaram um cenário vermelho nas bolsas, à exceção do Nasdaq que escapou às perdas, impulsionado pelos ganhos nas tecnológicas.

O principal índice de Nova Iorque, o S&P 500, fechou a cair 0,43% para 2.755,66 pontos, acompanhado pelo industrial Dow Jones que recuou 0,5% para 25.314,50 pontos. Por sua vez, quem escapou às quedas foi o tecnológico Nasdaq, que encerrou a subir 0,26% para 7.469,16 pontos, numa semana em que várias cotadas do setor devem apresentar resultados, tais como a Microsoft, a Alphabet e a Amazon.

Neste cenário, Wall Street não conseguiu manter a tendência de abertura — numa sessão animada pela China e por Itália. A contribuir para este desempenho de fecho estiveram as perdas nas energéticas, que afundaram mais de 1%, pressionados pelos reduzidos preços do petróleo e depois da revisão em baixa da multinacional Halliburton sobre os lucros do quatro trimestre, de acordo com a Reuters (conteúdo em inglês).

No setor industrial, a banca encerrou no vermelho. O Bank of America destacou-se ao recuar 3,32% para 27,38 dólares, assim como o Citigroup que desvalorizou 3,3% para 66,59 dólares. Também o JP Morgan deslizou 1,43% para 106,36 dólares e o Goldman Sachs desceu 2,36% para 221,6 dólares.

A ajudar o Nasdaq a manter-se no verde e a impedir quedas mais expressivas do S&P 500 estiveram os ganhos nas cotadas tecnológicas, na semana em que várias apresentam resultados. A Microsoft encerrou a valorizar 0,89% para 109,63 dólares, assim como a Intel que subiu 2,3% para 45,01 dólares. A Amazon e a Alphabet também acompanharam a tendência e terminaram esta sessão a crescer 1,43% e 0,56%, respetivamente.

De segunda a sábado,

consulte os especialistas em Motores, Atualidade, Entretenimento, Lifestyle, Tecnologia e Desporto.

Subscreva para receber no seu email, a dose diária recomendada de informação, sem contraindicações.