Terceira força política moçambicana agradece investigação aos EUA

O Movimento Democrático de Moçambique (MDM) endereçou hoje uma "carta de agradecimento" a embaixada dos Estados Unidos pelo avanço na investigação sobre as dívidas ocultas, que culminou com a detenção do ex-ministro das Finanças Manuel Chang no estrangeiro.

"Fizemos uma carta de moção de agradecimento aos Estados Unidos. O MDM quer agradecer e dar forças para que continuassem e chegassem até à extradição deste indivíduo", disse à Lusa Augusto Pelembe, porta-voz do MDM, em Maputo.

Manuel Chang, antigo ministro das Finanças de Moçambique, foi detido no dia 29 de dezembro na África do Sul, à luz de um mandato internacional emitido pelos Estados Unidos na sequência de uma investigação que visa o processo de contratação de empréstimos de mais de dois mil milhões de euros a favor das empresas públicas Proindicus, MAM e Ematum.

De segunda a sábado,

consulte os especialistas em Motores, Atualidade, Entretenimento, Lifestyle, Tecnologia e Desporto.

Subscreva para receber no seu email, a dose diária recomendada de informação, sem contraindicações.