Ocupação hoteleira no Carnaval recua no Norte em 2018

A taxa de ocupação em Viana do Castelo ronda os 80%, ultrapassando o Porto, que conta 71% de ocupação. Braga atinge os 41%, Guimarães fica pelos 55% e Vila Real nos 60%.

A taxa de ocupação em Viana do Castelo ronda os 80%, ultrapassando o Porto, que conta 71% de ocupação. Braga atinge os 41%, Guimarães fica pelos 55% e Vila Real nos 60%.

A taxa de ocupação hoteleira para o Carnaval 2018 no Norte de Portugal rondava esta sexta-feira os 61%, tendo descido quatro pontos percentuais em relação a 2017 (65%), indicou a Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP).

O valor médio da taxa de ocupação hoteleira no Norte do país é de 61%, e embora tenha descido quatro pontos percentuais em relação à mesma época festiva de 2017, a TPNP realça, por outro lado, o aumento da “estada média” dos turistas, facto que se explica com o Dia dos Namorados se colar ao feriado de Carnaval.

O Porto é a capital do Norte onde se regista uma taxa de ocupação hoteleira mais alta para a época de Carnaval com 71%, seguido por Vila Nova de Gaia com 61% de taxa de ocupação.

Nas restantes capitais dos sub-destinos do Norte de Portugal, a taxa de ocupação em Viana do Castelo ronda os 80%, em Braga é na ordem dos 41%, Guimarães fica pelos 55% e Vila Real nos 60%.

Para o Dia dos Namorados, a 14 de fevereiro, a taxa de ocupação hoteleira no Norte cifra-se nos 51%, com o Porto a destacar-se nos 78% e Viana do Castelo nos 75%. A cidade de Guimarães apresenta uma taxa de ocupação de 70%, Vila Nova de Gaia apresenta uma taxa de 63% e Braga com 41%.

De segunda a sábado,

consulte os especialistas em Desporto, Atualidade, Entretenimento, Tecnologia, Lifestyle e Motores.