Governo timorense prevê criar 300 mil postos de trabalho em cinco anos -- PM

O Governo timorense quer criar 300 mil postos de trabalho em cinco anos com apostas em cinco grandes prioridades de desenvolvimento, infraestruturas, capital social, economia, consolidação governativa e combate à corrupção, anunciou hoje o primeiro-ministro.

Intervindo no arranque do debate do Orçamento Geral do Estado (OGE) para 2019, Taur Matan Ruak referiu-se aos grandes objetivos das contas públicas e da estratégia do executivo.

O ambicioso programa prevê a criação de 300 mil postos de trabalho durante a legislatura, ou 60 mil por ano, "contribuindo para a redução sustentável da taxa de desemprego e para a consequente redução, igualmente sustentável, da taxa de pobreza no país".

Taur Matan Ruak disse que as infraestruturas básicas são "a base fundamental para a diversificação, desenvolvimento e sustentabilidade da economia", notando que o Governo quer uma "análise criteriosa e robusta de custo-benefício" dos projetos, incluindo "o retorno de capital adequado para o país, a criação de emprego e o desenvolvimento rural de forma planeada".

Na área económica o Governo quer potenciar setores como o turismo, agricultura e indústria mineira e petrolífera, procurando estimular o setor privado "através de um ambiente mais favorável aos negócios".

Em termos governativos, a aposta é na "cultura de desempenho, rigor, transparência, prestação de contas, e um aprimorado sentido de serviço público" que inclui a reforma da gestão das finanças públicas, já iniciada em fase piloto em dez ministérios e 15 agências.

O executivo vai ainda continuar o processo de reforma legislativa e a reforma da Administração Pública.

"Agindo dessa forma, estaremos a construir uma administração pública moderna, eficiente e eficaz, incluindo o desenvolvimento e implementação de uma estrutura de monitorização e avaliação em toda a linha de ação governativa, que possa vincular estruturas e resultados do programa às metas e objetivos do Plano Estratégico de Desenvolvimento", explicou.

ASP // SB

Lusa/Fim

De segunda a sábado,

consulte os especialistas em Motores, Atualidade, Entretenimento, Lifestyle, Tecnologia e Desporto.

Subscreva para receber no seu email, a dose diária recomendada de informação, sem contraindicações.