Fusão da JD Sport e da Sport Zone leva a mudanças na Sonae. Luís Reis assume presidência da Sports&Fashion

Luís Reis vai assumir o negócio de moda da Sonae, cargo que vai acumular com o de CCCO, que já ocupava. Miguel Mota Freitas fica CEO da empresa resultante da fusão e da Worten.

Luís Reis vai assumir o negócio de moda da Sonae, cargo que vai acumular com o de CCCO, que já ocupava. Miguel Mota Freitas fica CEO da empresa resultante da fusão e da Worten.

A fusão da Sport Zone com a JD Sport está a implicar mudanças nos negócios da Sonae. Miguel Mota Freitas, até aqui CEO da Sports&Fashion vai assumir a presidência do Iberian Sports Retail Group, a empresa resultante da fusão, a que junta ainda o negócio da Worten. De fora desta equação ficam as restantes insígnias que estavam debaixo da Sports&Fashion, a empresa que agrega todos os negócios de moda do grupo Sonae. Esta área vai ficar debaixo da alçada de Luís Reis, sabe o ECO.

Reis vai acumular o novo cargo com o de Chief Corporate Center Officer da Sonae, a que junta ainda o de presidente executivo da Sonae RP. Apesar de ainda não ser oficialmente conhecida a mudança, o ECO sabe que Luís Reis já terá assumido funções e que terá inclusive tido já reuniões com as várias equipas com que vai trabalhar.

Debaixo da alçada da Sports&Fashion estão marcas como a Zippy (moda infantil), a Mo (vestuário, calçado e acessórios), a Salsa (jeans, vestuário e acessórios), a Losan (especializada no negócio grossista de vestuário de criança), a Deeply e a Berg Outdoor (equipamento e vestuário desportivo).

Fontes próximas à Sonae adiantam que “estas alterações são normais e fazem parte da atividade de um grupo com esta dimensão”.

A Sonae Sports & Fashion, segundo os dados de vendas preliminares divulgados pelo grupo de Paulo de Azevedo, em janeiro, foi responsável por vendas de 589 milhões de euros, um crescimento de 11,7% face ao ano de 2016. Porém, este montante incorporava ainda a Sport Zone que agora é retirada desta equação e que era, dentro da Sports&Fashion a insígnia que mais vendia.

O ECO tentou uma reação oficial por parte da Sonae mas até à publicação desta notícia não foi possível obter uma resposta.

No seu email. Sem contraindicações.

De segunda a sábado, consulte os especialistas em Desporto, Atualidade, Entretenimento, Tecnologia, Lifestyle e Motores.