Estudam mais, exercitam-se menos. INE celebra Dia Internacional da Mulher

Em honra do Dia Internacional da Mulher, o Instituto Nacional de Estatística divulga uma infografia na qual descreve em oito números o que é pertencer ao género feminino.

Em honra do Dia Internacional da Mulher, o Instituto Nacional de Estatística divulga uma infografia na qual descreve em oito números o que é pertencer ao género feminino.

No Dia Internacional da Mulher, o Instituto Nacional de Estatística (INE) divulga a infografia “Mulheres em Portugal”, revelando em números o que significa pertencer ao género feminino. Por cá, ser mulher é assim sinónimo de pertencer ao género de mais de metade da população nacional (52,6%), das donas de quase 60% dos diplomas de ensino superior (58,7%), mas também das principais vítimas de violência doméstica (80,2%).

Além disso, segundo o INE, 48,7% da populada empregada, em 2017, tinha o género feminino. Ainda assim, 18,7% das mulheres contabilizadas estavam em risco de pobreza, de acordo com os dados recolhidos em 2016.

Os dois últimos destaques vão para o número de reclusos em estabelecimentos prisionais (apenas 6,3% são do género feminino) e para o número de praticantes inscritos em federações desportivas (28,6% são mulheres).

Tweet from @Alea_tweet

A ideia de um Dia Internacional da Mulher surgiu no final do século XIX, nos Estados Unidos e na Europa, no âmbito das lutas feministas por melhores condições de vida e trabalho, bem como pela igualdade salarial (que ainda está longe de ser conseguida) e direitos sufragistas. As celebrações começaram em 1909 em diferentes datas em fevereiro e março, de acordo com o país, tendo, já na década de 1970, as Nações Unidas fixado o dia 8 de março como Dia Internacional da Mulher.

De segunda a sábado,

consulte os especialistas em Motores, Atualidade, Entretenimento, Lifestyle, Tecnologia e Desporto.

Subscreva para receber no seu email, a dose diária recomendada de informação, sem contraindicações.