BCE não se opõe a De Guindos para lugar de Constâncio

O ministro das Finanças espanhol é considerado "uma pessoa com reconhecida experiência profissional sobre questões monetárias e bancárias", e tem já a aprovação do Eurogrupo e do Parlamento Europeu.

O ministro das Finanças espanhol é considerado "uma pessoa com reconhecida experiência profissional sobre questões monetárias e bancárias", e tem já a aprovação do Eurogrupo e do Parlamento Europeu.

O Banco Central Europeu disse hoje que não coloca objeções à escolha de Luis De Guindos para a vice-presidência da instituição, classificando-o como um reconhecido profissional.

“O conselho do Banco Central Europeu adotou hoje um parecer sobre a recomendação do conselho da União Europeia para a nomeação do vice-presidente do BCE. O conselho não teve qualquer objeção ao candidato proposto, Luis de Guindos, que é uma pessoa com reconhecida experiência profissional sobre questões monetárias e bancárias”, refere a instituição financeira, em comunicado.

Na sequência do parecer do Conselho do BCE e da posição do Parlamento Europeu, o novo vice-presidente da instituição será nomeado pelo Conselho Europeu. “O parecer do Conselho do BCE será disponibilizado na página oficial em todas as línguas da União Europeia”, esclareceu o Banco Central Europeu.

O ministro espanhol da Economia, Luis de Guindos, conhecido como um tecnocrata independente, mas próximo do Partido Popular, substitui a partir de 1 de junho próximo o português Vítor Constâncio como vice-presidente do Banco Central Europeu (BCE).

A nomeação, pelo fórum dos ministros das finanças da Zona Euro (Eurogrupo) de De Guindos para substituir o português Vítor Constâncio na vice-presidência do BCE, foi aprovada na Comissão de Assuntos Económicos e Monetários (Econ) por 27 votos a favor, 14 contra e 13 abstenções.

De segunda a sábado,

consulte os especialistas em Motores, Atualidade, Entretenimento, Lifestyle, Tecnologia e Desporto.

Subscreva para receber no seu email, a dose diária recomendada de informação, sem contraindicações.