5 coisas que vão marcar o dia

Juros no Japão, emprego nos Estados Unidos, enquanto em Portugal os temas vão ser a supervisão bancária, a formação profissional e também a saúde. Saiba o que esperar desta sexta-feira.

Juros no Japão, emprego nos Estados Unidos, enquanto em Portugal os temas vão ser a supervisão bancária, a formação profissional e também a saúde. Saiba o que esperar desta sexta-feira.

Enquanto lá fora as atenções se centram em dados económicos, bem como na política monetária, em Portugal a agenda é mais política. Vieira da Silva está na Concertação Social, já no Parlamento debate-se a saúde. Saiba com o que contar esta sexta-feira.

Vieira da Silva na Concertação Social

O ministro do Trabalho e da Segurança Social, Vieira da Silva, vai reunir-se com os membros do Conselho Permanente da Concertação Social, juntamente com o secretário de Estado do Emprego, Miguel Cabrita. Os temas da reunião incluem a avaliação da evolução e dos impactos do salário mínimo, assim como uma discussão sobre a formação profissional, que se prolonga desde o último encontro.

Bloco e PCP apresentam propostas de “emergência” para o SNS

O Parlamento recebe um debate sobre o Sistema Nacional de Saúde, com os partidos Comunista e Bloco de Esquerda prontos para apresentar propostas de planos de emergência para responder às necessidades que consideram urgentes no SNS, incluindo a falta de meios humanos, financeiros e materiais, e também a necessidade de investimento público e requalificação. Os deputados esquerdistas também pretendem acelerar a atribuição do médico de família.

Banco de Portugal ouvido no Parlamento

O grupo de trabalho sobre supervisão bancária da Comissão de Orçamento, Finanças e Modernização Administrativa vai receber, esta sexta-feira, representantes do Banco de Portugal para conhecer melhor a sua perspetiva sobre o novo modelo de supervisão bancária que o Governo prepara, com uma arquitetura diferente daquela que existiu até agora.

Banco do Japão decide sobre juros

Após uma reunião esta quinta-feira, o governador do Banco do Japão (BoJ), Haruhiko Kuroda, deverá anunciar novidades neste último dia da semana. O banco central japonês, agora com o governador reconduzido para mais cinco anos na liderança, poderá estar a começar a considerar mudar as taxas de juro para abandonar a política de quantitative easing que tem mantido até agora.

Como está o emprego nos Estados Unidos?

O Departamento do Trabalho dos Estados Unidos lança o seu relatório de emprego de fevereiro. Em janeiro, o vencimento por hora dos trabalhadores do setor privado aumentou 2,9% relativamente ao ano anterior — o maior aumento desde junho de 2009. Os analistas estão atentos, tanto a isso como à taxa de desemprego, que poderá descer até aos 4%.

De segunda a sábado,

consulte os especialistas em Motores, Atualidade, Entretenimento, Lifestyle, Tecnologia e Desporto.

Subscreva para receber no seu email, a dose diária recomendada de informação, sem contraindicações.