Tiago Monteiro cortou a linha de meta da primeira corrida do FIA WTCR, em Macau, na 15ª posição. De acordo com o piloto português, este foi o resultado possível, num circuito complicado e onde a posição na grelha ditou o desfecho da prova.

“Não houve incidentes de maior, no entanto não fui feliz na primeira volta. Após o arranque, havia uma fila muito compacta de carros e dada a minha posição na grelha, fiquei fora dessa fila e perdi várias posições. Consegui depois recuperar graças a pequenos incidentes dos adversários à minha frente. É impossível ultrapassar e não houve nada que pudesse fazer a não ser levar o carro até ao final naquela posição, apesar do bom andamento.”

“Amanhã vou partir da cauda do pelotão. Em condições normais será tudo ainda mais complicado. Mas vamos ver o que acontece à minha frente, se há incidentes ou não. Numa pista como esta, os azares de uns podem ser a sorte de outros. Estou lá para aproveitar tudo aquilo que possa acontecer.”