Na passada semana ficou a saber-se que seria muito difícil a realização do Rali da Alemanha 2020, depois de Angela Merkel ter proibido oficialmente manifestações públicos de massas, até ao final de outubro, mas esta manhã o ADAC reagiu em comunicado de imprensa, revelando que a sua prova continua programada para as datas de 15 a 17 de outubro, e não têm intenção da cancelar ou adiar, já que estão a considerar várias medidas que permitam o bom funcionamento da prova, que se pretende realizar em condições sanitárias ótimas para os espetadores.
Recorde-se que a FIA e o Promotor estão a ponderar incluir novos eventos de substituição (Estónia, Letónia, Chipre, Ypres, Valais, etc) possibilitando que a competição regresse em setembro com um calendário que deve ser apresentado dentro de algum tempo, até ao fim de junho. Apesar de Jean Todt, Presidente da FIA ter dito que o WRC deverá recomeçar em setembro, a verdade é que o Rally Liepaja está previsto no ERC para as datas de 14 a 16 de agosto, havendo depois um hiato grande para o Rali da Turquia, que está previsto para 24 a 27 de setembro. Resta saber, se, por exemplo o Rali da Estónia se pode realizar entre eles, o que seria lógico já que Letónia e Estónia fazem fronteira, e são países pequenos.
Depois coloca-se a questão do Rali da Alemanha, ficando por saber se afinal fica no WRC ou é substituído, pelo Rali de Ypres ou mesmo Valais. Ou mesmo, devido à proximidade e à ‘necessidade’ de provas, ter Ypres e Alemanha separados por pouco tempo.
Depois existirá uma data em outubro para o Rali de Itália, na Sardenha e daí é possível que a caravana do WRC rume a Chipre, pois se há uma boa forma de combater o vírus é evitar ao máximo deslocações por terra.
Por fim, fica por saber o que vai acontecer com o Rali do Japão. Como se percebe, é natural este atraso na apresentação do calendário, pois tal como está a acontecer com a Fórmula 1, as situações são tantas que as decisões são difíceis de tomar. Por exemplo, este caso da Alemanha. Quando Angela Merkel divulgou publicamente as suas intenções partiu-se de imediato do princípio que o Rali da Alemanha ficaria pelo caminho, o que agora já não é certo…