O #1 Rebellion conquistou a sua segunda pole position consecutiva no FIA WEC. O carro pilotado por Bruno Senna, Gustavo Menezes e Norman Nato efetuou um tempo de 1:42.396s, sendo mais rápido 0.144s que o #5 Ginetta do Team LNT, pilotado por C.Robertson, B.Hanley e J.King.

Ambos os Toyota Gazoo Racing vão ocupar a segunda linha da grelha, com Brendon Hartley e Kazuki Nakajima no #8 a qualificarem na frente dos seus companheiros de equipa Mike Conway e José Maria Lopez no #7.

Na categoria LMP2, Paul Di Resta e Phil Hanson conquistaram o primeiro lugar com um tempo de 1.44.869s. O #22 da United Autosports, que conta também com Filipe Albuquerque, ficou a 0.292s do #37 da Jackie Chan Racing pilotado por Will Stevens, Gabriel Aubry e H. Tung.

O vencedor das 4 Horas de Xangai na categoria LMP2, o #38 JOTA onde António Félix da Costa, R. Gonzalez e Anthony Davidson pilotam, ficou na quarta posição da categoria.

Nos LmGTE Pro, Richard Lietz e Gianmaria Bruni conquistaram a terceira pole position consecutiva da Porsche no FIA WEC. A dupla do #91 Porsche 911 RSR combinou uma melhor média de duas voltas de 1:56.485s, superando em 0,060s os seus companheiros de equipa, Kevin Estre e Michael Christensen no #92 Porsche 911 RSR.

Nos LmGTEAm, Ben Keating conquistou sua primeira pole position no FIA WEC, com um tempo de 1:57.089s. O piloto do #57 Porsche 911 RSR tem a companhia na corrida de Larry ten Voorde e J. Bleekemolen.