Não é só ele, mas apenas mais um : Tommi Makinen está preocupado com o futuro do WRC, pois se o que existia antes da pandemia já não era fácil, eis que o coronavírus veio criar bem mais desafios, e as palavras do líder da Toyota Gazoo Racing WRC são claras quanto ao que aí pode vir: “É um futuro de desafios aquele que a FIA tem, neste momento, pela frente. Perceber o impacto do coronavírus no desporto mundial e nos ralis em particular e, ao mesmo tempo, alinhar isso com uma alteração nos regulamentos. Como combinar a redução dos custos dos carros ao mesmo tempo que se introduz a tecnologia híbrida que, como sabemos, poderá aumentar esses mesmos custos? Ao contrário do que será desejável, os carros híbridos da geração 2022 poderão ser ainda mais caros do que os que correm hoje. Qual o impacto que isso terá no orçamento das equipas? Como vês, esperam-nos tempos de grandes desafios”, disse, em entrevista ao AutoSport.