Uma nova e emocionante aventura parece aguardar o Campeão Mundial de Supersport da FIM, Manuel González, em 2020, como evidenciado pelo teste de inverno de dois dias desta semana no MotorLand Aragón. Embora não tenha havido confirmação oficial da equipa, o adolescente participou do teste com a equipe ParkinGO numa Kawasaki ZX-6R, confirmando a sua passagem à categoria Supersport.

González juntou-se aos nove pilotos de SBK e à ex-rival Ana Carrasco (Kawasaki Provec SSP300) na pista espanhola para um primeiro contato com a moto Kawasaki. O piloto de 17 anos só completou algumas voltas depois do asfalto secar à tarde, optando por permanecer fora da pista na quinta-feira.

No entanto, a experiência já provou ser proveitosa para o campeão de SSP300: “Foi muito bom. Não fiz assim tantas voltas porque a pista não era perfeita e também havia muito vento, mas testar a moto e ver como ela funcionava foi muito bom. Volta a volta eu estava a melhorar, a descobrir as diferenças das SSP300, principalmente em termos de travagem e aceleração”.

Qual foi o desafio mais difícil que González enfrentou em comparação com a moto anterior? “A potência é a maior diferença. Está-se sempre no acelerador, em slide, a acelerar à saída de curva. É muito mais agradável!”

“Também se chega às curvas a uma velocidade muito maior, por isso tem que se travar logo mais, com mais força, principalmente no primeiro toque, porque, se não, perde-se tempo e a linha ideal. Isso é muito importante com esta moto”.

Após esse primeiro contacto, González já está ansioso pela sua próxima saída na máquina de SSP: “Este teste foi apenas para ver a moto, dar algumas voltas e melhorar, sem olhar para o cenário ou algo assim”.