O atual campeão Jonathan Rea tornou-se o primeiro vencedor repetido do Mundial de 2020 com a vitória da Tissot Superpole Race em Jerez, uma corrida de 10 voltas ganha depois de ter feito um arranque soberbo ao saltar da terceira posição da grelha para a liderança da corrida e liderar todas as 10 voltas.

Foi um início semelhante à Corrida 1 de Sábado, com o homem da pole Scott Redding da Ducati a descer para o terceiro lugar no início, perdendo para Rea e Toprak Razgatlioglu da Yamaha Pata.

O trio separou-se no início mas Rea continuou a liderar durante as 10 voltas, para levar a vitória à frente de Redding. Um problema técnico para Razgatlioglu enquanto lutava com Redding impediu este de terminar a corrida; o seu companheiro de equipa Michael van der Mark herdaria a posição, conquistando um pódio.

Como esta prova define a grelha de terceira corrida, isso significa que a primeira fila da Corrida 2 vai ver Rea alinhar à frente de Redding e Van der Mark.

Logo a seguir ao pódio em 4º, Baz foi mais um vez o melhor independente, enquanto mais atrás, a seguir a Davies, Sykes e Lowes, o rookie Gerloff conquistou um bom 8º lugar e o último ponto disponível.