Toprak Razgatlioglu conseguiu mais uma vitória no Estoril, enquanto Rea e Redding lutaram até ao fim fora do pódio

Enquanto van der Mark atacava Davies, apesar do terceiro no campeonato já estar também garantido para o Galês, Rea e Redding mediam forças a seguir ao pódio, com Toprak Razgatlioglu e Garrett Gerloff a fugirem à frente da corrida.

Davis foi mesmo suplantado por v d Mark nos últimos estágios da corrida dando assim ensejo a um pódio todo Yamaha pela primeira vez na história do Mundial de SBK.

Davies terminou a corrida no quarto lugar à frente da dupla de Rea, que ainda persegue a sua 100ª vitória em SBK, e Redding, garantindo uma linha dois para a Corrida 2.

Álvaro Bautista (Team HRC) e o seu companheiro de equipa Leon Haslam terminaram em sétimo e oitavo lugar, e Michael Ruben Rinaldi (Team GoEleven) terminou em nono lugar, o ponto conquistado o suficiente para lhe garantir o título de Pilotos Independentes, uma vez que Loris Baz (Ten Kate Racing Yamaha) caiu na Volta 3.

Alex Lowes (Kawasaki Racing) não acabou depois de ter caído no final da primeira volta e Laverty, falhando a travagem da curva 1 mesmo no fim, ficou fora dos pontos em 16º na BMW.