A Superpole vai dar uma corrida no mínimo fascinante, com Razgatlioglu na pole, Rea a sair da quinta fila da grelha e Redding último

A final das SBK vai ser ainda mais emotiva que o esperado, já que, depois de dominar totalmente os treinos, sendo sempre o primeiro das três sessões livres, Scott Redding deu um severo tiro no pé ao cair na Superpole sem completar sequer uma volta…

Jonathan Rea caiu também, mas à segunda volta, quando já tinha feito um tempo suficientemente rápido de 1:38.192, a 2 segundos da pole, mas bom para a 15ª posição na quinta fila da grelha.

Redding, no entanto não chegou a fazer um tempo na Ducati ao cair logo na volta inicial e terá portanto de arrancar de último, em 23º, logo na corrida do ano com mais participantes!

Assim, a pole iria para Toprak Razgatlioglu na Yamaha da Pata, com um 1:36.154 com Leon Haslam incrível a saltar para a primeira fila com a Honda num circuito que o inglês adora, e com Garett Gerloff (31) mais uma vez a mostrar-se, completando a primeira fila.

Davies, Rinaldi e v d Mark, duas Ducati e uma Yamaha, completaram a segunda fila com Lowes, Bautista e Forés, a despedir-se da Kawasaki Pucetti, a seguir.

Sheridan Morais foi 18º, melhorando a sua posição dos treinos livres e arrancará da 6º fila da grelha, mesmo atrás de um certo Jonathan Rea, a um passinho do título mundial.