Davies revela como conseguiu dominar a Corrida 2 para reclamar a sua primeira vitória de 2020 na Catalunha no passado Domingo

Chaz Davies, piloto da Ducati Aruba, conseguiu a sua primeira vitória desde Laguna Seca em 2019, com um ataque controlado até chegar à frente do pelotão.

A Corrida 2 da Ronda Acerbis da Catalunha foi repleta de drama desde o início no Circuito de Barcelona, mas Chaz Davies conseguiu chegar à frente nos primeiros estágios e controlar a prova, para conquistar a sua 31ª vitória da carreira em Superbike; o número coloca-o ao nível do bicampeão Colin Edwards na lista de vencedores de todos os tempos.

Davies partiu do quarto lugar na Corrida 2, depois de uma forte Corrida Superpole Tissot, com o piloto britânico a conseguir ultrapassar Michael Ruben Rinaldi (Team Goeleven) logo na Curva 1.

Depois, foi forçado a resistir a um breve desafio de Michael van der Mark (Yamaha Pata) antes de se isolar e conquistar a sua primeira vitória desde Julho de 2019 na Corrida 2 em Laguna Seca.

Explicando como conseguiu gerir a corrida da frente, Davies disse: “Era importante ter um bom arranque. Podia ditar um pouco o ritmo, mesmo que sentisse, olhando para os intervalos de tempo, que tínhamos o ritmo de qualquer maneira, senti que queria gerir a corrida da frente, pois podia poupar um pouco os meus pneus nas curvas longas .

Conseguia ouvir o Mickey (vd Mark) a aproximar-se de mim na Curva 3 e na Curva 4 e ainda estava a pensar nos pneus. Estava a usar mais a frente em lugares para lhe tentar tirar um pouco de tempo nalguns lugares e fazê-lo trabalhar nas curvas mais longas e valeu a pena.

Estamos a sofrer nas curvas longas com falta de tração e ainda precisamos de melhorar isso, mas em geral tudo estava a funcionar bem, o melhor que tem estado desde sempre.”

Os resultados deste domingo moveram Davies para o terceiro lugar da classificação, à frente de Van der Mark e Toprak Razgatlioglu (ambos Yamaha Pata), quando a batalha pela terceira posição se intensifica com apenas duas rondas restantes. Depois de ter conseguido cinco pódios desde a primeira prova do MotorLand Aragón, Davies espera que a recente série de pódios o coloque em posição privilegiada para vir a ocupar o terceiro lugar da classificação.