Diretor geral da equipa Monster Energy Honda Rally, Rúben Faria fez o ponto de situação dos seus quatro pilotos no final da primeira etapa do Dakar 2021.

“As nossas quatro motos chegaram ao fim da etapa. Só o Jose Ignacio Cornejo teve uma pequena queda numa zona de pedra mas acabou por não ser nada. Sendo ele um piloto leve, a etapa não foi do seu gosto mas terminou numa boa posição para recuperar tempo amanhã.”

“O Kevin Benavides arrancou na 7.ª posição e utilizou esta etapa em seu benefício porque hoje foi um dia complicado em termos de navegação, tal como se consegue perceber pela velocidade média realizada pelos pilotos.”

“Não esperávamos um dia com navegação tão exigente. O Ricky Brabec e o Joan Barreda foram 1.º e 2.º ontem e hoje abriram a pista. Claro que em 277 km ‘fora de pista’ e com leitos de rio em pedra, era fácil perceber que iam perder tempo. Ainda temos 12 etapas e esta vai ser uma edição muito difícil do Dakar.”

As motos não deram qualquer problema e os pneus aguentaram uma etapa muito dura. Felizmente, temos pilotos em posições diferentes e todos prontos a lutar pela corrida. O objetivo é chegar ao dia de descanso com todos os quatro pilotos com hipóteses de ganhar o Dakar.

:.

(Foto: HRC)