Lewis Hamilton está apenas a dois pontos de ser banido por uma corrida no Mundial de Fórmula 1. O piloto inglês realizou duas simulações de arranque mas fê-lo fora da zona designada para o efeito e com isso foi penalizado duas vezes em cinco segundos pelos Comissários Desportivos. Os pilotos são obrigados a usar o acelerador constante e velocidade também constante na zona de saída das boxes, e foi aí que Hamilton ‘praticou’ os arranques. Um erro que lhe custou mais dois pontos na licença, tendo agora 10, apenas dois menos que o máximo antes de ser penalizado. Antes dele só Sebastian Vettel e Daniil Kvyat já tinham atingido 10 pontos de penalização num espaço de 12 meses. Desde que o sistema de pontos de penalização foi introduzido em 2014, nenhum piloto de F1 acumulou os 12 pontos que desencadeiam uma proibição automática de correr. Mais um recorde que não está longe de bater…