MotoGP: Jorge Lorenzo fora do GP do Japão

Abandono precoce pelo segundo evento consecutivo

Já se pode dizer que está a ser um autêntico calvário este final de ciclo de Jorge Lorenzo na Ducati. Pelo segundo Grande Prémio consecutivo o piloto espanhol foi forçado a abandonar um evento nos treinos livres.

Tudo devido à fratura do pulso esquerdo, contraída durante o Grande Prémio da Tailândia, e que soube-se nos últimos dias é mais grave do que se pensava inicialmente. Uma situação que impossibilita Jorge Lorenzo de estar confortável aos comandos da sua moto, tal como constatou na saída para a pista que fez no primeiro treino livre do dia de hoje em Motegi.

“Depois de todo o esforço que fiz para recuperar o mais depressa possível, de modo a estar presente no Japão, tentei rodar com a moto esta manhã. No entanto rapidamente percebi que seria impossível continuar em pista. Estou muito triste, pois sem as últimas quedas poderia chegar na máxima força a um dos meus circuitos favoritos e tentar oferecer um novo triunfo à Ducati. Agora só me resta ter paciência e esperar”, disse o tricampeão do mundo de MotoGP na sua conta oficial na rede social Instagram.

Falhada a participação no Grande Prémio do Japão, o objetivo passa agora por tentar marcar presença, dentro de uma semana, no Grande Prémio da Austrália a realizar no circuito de Phillip Island.

De segunda a sábado,

consulte os especialistas em Motores, Atualidade, Entretenimento, Lifestyle, Tecnologia e Desporto.

Subscreva para receber no seu email, a dose diária recomendada de informação, sem contraindicações.