26 pilotos de 16 nações vão formar a grelha da Taça no próximo ano

Após a final da Rookies Cup Red Bull de 2020, estamos prontos para anunciar a lista de inscrições provisórias para a Taça de Rookies 2021

Valência há uma semana foi um fim de semana incrível, com duas sensacionais corridas da Taça disputadas no grande espírito da série.

O vencedor da Taça, Pedro Acosta, ruma ao Campeonato do Mundo de Moto3 na próxima temporada, assim como o compatriota Izan Guevara, que lutou tão corajosamente, tentando marcar uma vitória no seu último fim de semana.

Seguem uma longa linha de ex-estreantes de sucesso, incluindo o primeiro campeã mundial de MotoGP, Joan Mir.

Mir foi rookie em 2013 e 2014, e no segundo ano terminou em 2º lugar atrás de Jorge Martin.

Ambos são campeões do mundo de Moto3 e Martin venceu a prova de Moto2 em Valência no domingo.

O ex-rookie Enea Bastianini (Italtrans Racing Team) lidera o Campeonato do Mundo de Moto2 que vai para a corrida final este fim-de-semana em Portugal.

Não se consegui realizar o Normal Selection Event este ano, mas já está agendado no calendário de 2021 juntamente com uma 15ª temporada da Taça dos Rookies. Este ano, o Processo de Seleção Online deu-nos uma impressionante lista de talentos a considerar e o Comité de Seleção analisou todos os fatores para chegar a uma pequena lista de pilotos a serem convidados para a Red Bull Rookies Cup 2021.

Há também três pilotos promovidos pela Dorna das British, Asia, Northern e European Talent Cups incluídos na lista.

Lista de pilotos convidados para 2021:

– Harrison Voight (Austrália)

– Freddie Heinrich (Alemanha)

– Jakob Rosenthaler (Áustria)

– Soma Görbe (Hungria)

– Eddie O’Shea (Grã-Bretanha)

– Cormac Buchanan (Nova Zelândia)

– Filippo Farioli (Itália)

– Demis Mihaila (Itália)

– Diogo Moreira (Brasil)

Pilotos deste ano convidados a regressar:

– Tatchakorn Buasri (Tailândia)

– Daniel Muñoz (Espanha)

– Sho Nishimura (Japão)

– Scott Ogden (Grã-Bretanha)

– Alex Millan (Espanha)

– Ivan Ortola (Espanha)

– Matteo Bertelle (Itália)

– Mario Aji (Indonésia)

– Bartolomeu Perrin (França)

– Gabin Planques (França)

– Noah Dettwiler (Suíça)

– Luca Lunetta (Itália)

– David Muñoz (Espanha)

– David Alonso (Colômbia)

– Marcos Uriarte (Espanha)

– Collin Veijer (Holanda)

– Daniel Holgado (Espanha)

Um total de 26 pilotos de 16 nações