A marca Austríaca trabalhou na tração e travagem motor que estiveram em falta no GP de San Marino com 3 dos seus 4 pilotos

Três dos quatro pilotos da KTM estiveram a dar voltas na terça-feira, com Iker Lecuona (KTM Red Bull Tech3) a deixar a acção para o seu companheiro de equipa Miguel Oliveira e a dupla de fábrica Pol Espargaró (Red Bull KTM Factory Racing) e Brad Binder.

O diretor da equipa, Mike Leitner, disse que os pilotos estavam a tentar melhorar a viragem da RC16, com os pilotos também a aparecerem com uma estranha nova capa branca sobre alguns cabos que saem da tampa do depósito, dá a volta ao veio da direção e volta para debaixo da tampa do depósito do outro lado.

Miguel Oliveira teve uma pequena queda na curva 6, mas nada sofreu fisicamente e fez mais 14 voltas depois do almoço, a melhor em 1:32.529s num total de mais de 51 voltas. Apesar de não ter muitas peças novas para experimentar, com o piloto português a admitir mais uma vez que precisa de encontrar mais ritmo na qualificação para facilitar os seus dias de corrida, várias soluções de chassis foram testadas durante o dia. Entre outras coisas de importância, foi o trabalho com a afinação do controle de tração que necessitava de alguma atenção para ser mais utilizável e assim adaptar as ajudas da eletrónica para contribuir para uma moto mais fácil de dominar no limite.

Pol Espargaró, por seu lado, explicou como o seu principal objetivo era melhorar a aderência e a estabilidade, especialmente na retaguarda. A estabilidade através das curvas rápidas tinha sido melhorada, assim como a aderência à entrada de curva.

Espargaró não fez pressão para atacar o tempo durante uma volta e estava a trabalhar mais no ritmo de corrida.

Teste Misano, Top 10 combinado

1. Maverick Viñales (Yamaha Monster Energy) – 1:31.532

2. Takaaki Nakagami (Honda LCR Idemitsu) + 0,271

3. Johann Zarco (Ducati Esponsorama) + 0,367

4. Pol Espargaró (KTM Red Bull Factory) + 0,522

5. Alex Rins (Suzuki Ecstar) + 0,582

6. Joan Mir (Suzuki Ecstar) + 0,630

7. Francesco Bagnaia (Ducati Pramac) + 0,675

8. Andrea Dovizioso (Ducati Team) + 0,758

9. Fabio Quartararo (Yamaha Petronas SRT) + 0,804

10, Brad Binder (KTM Red Bull Factory) + 0,921

13, Miguel Oliveira (KTM Red Bull Tech3) + 0,997